Meio Ambiente, Resíduos, Alimentos e Questões Rurais

  • Cobrar o poder público da implementação de uma Secretaria de Meio Ambiente autônoma para gerenciar seus recursos financeiros e humanos e adequar a formação de seu pessoal às suas atribuições;   
  • Propor projeto de lei que institua a prática da compostagem como obrigatória no município de São Carlos, utilizando como referência o projeto aprovado em Florianópolis, que estabelece a obrigação do poder executivo no cumprimento da meta de destinar 100% dos resíduos orgânicos do aterro sanitário ao processo de compostagem, até 2030 
  • Propor a Lei de incentivo à agricultura orgânica urbana destinada à produção de alimentos agroecológicos e concede benefícios tributários aos proprietários de terrenos ociosos; 
  • Incentivar a coleta seletiva como política pública permanente e aumentar o apoio à cooperativa de catadores/as CooperVida;
  • Propor a intensificação da fiscalização de áreas verdes e reservas ambientais nas áreas rurais e urbanas, públicas e privadas, para garantir sua preservação e função ecológica; 
  • Apresentar projeto de lei que coiba definitivamente a prática das queimadas em nossa região, em especial àquela associada a monocultura da cana-de-açúcar, que degrada a qualidade do solo, da água e do ar; 
  • Propor a reativação da Horta Municipal de São Carlos, como espaço pedagógico, produtivo e de reciclagem de resíduos orgânicos; 
  • Promover o incentivo de projetos e ações que visem a reciclagem dos resíduos eletrônicos, como o Reciclatesc; 
  • Apoiar a ampliação das atividades da usina de reciclagem de resíduos da construção civil e demolição; 
  • Apoiar a regularização fundiária do Acampamento Capão das Antas, em São Carlos, onde residem cerca de 180 famílias em área municipal; 
  • Apoiar a estruturação produtiva dos assentamentos Nova São Carlos e Santa Helena; 
  • Propor uma Política Municipal de Permacultura que incentive a comunidade a adotar a cultura de hábitos e práticas sustentáveis;
  • Fomentar campanhas de conscientização acerca dos benefícios de uma alimentação saudável, orgânica e majoritariamente vegetariana; 
  • Propor projeto de lei que assegure que todo cidadão tenha uma Praça Pública próxima de sua residência em distância inferior a 1 km; 
  • Propor ações para a revitalização estrutural e paisagística de praças e espaços públicos existentes no município, assim como a manutenção em termos de eficiência, qualidade e frequência; 
  • Promover ações que assegurem a Segurança Pública em praças e jardins, inclusive com aumento da iluminação com led; 
  • Propor a implementação de um grande Parque Público Municipal com área superior a 100 hectares (área aproximada do Campus 2 da USP) que contenha lagos, bosques,  quadras esportivas, ciclovia, academia a céu aberto, pistas sombreadas para caminhada e corrida, praça de convivência e gastronômica, laboratório e campo experimental de agroecologia e permacultura, praça pet cercada, playground, horta coletiva comunitária, áreas para realização de manifestações artísticas de grande, médio e de pequeno porte, cobertas e outras ao ar livre.

Apoie essa pauta também 

VOTE

DJALMA NERY

50501

Share This