Desde os primeiros meses da pandemia de COVID-19 no Brasil, o chamado “tratamento precoce” é divulgado massivamente nas redes sociais e em mensagens compartilhadas de WhatsApp. Muitos dos conteúdos são vídeos onde médicos e políticos recomendam o uso profilático e imediato de medicamentos do chamado “kit covid” (como ivermectina e hidroxicloroquina) para supostamente evitar complicações da doença, sem qualquer embasamento técnico sério e contrariando todos as instituições de saúde do mundo.

Na contramão destes conteúdos, diversos estudos científicos tem apontando que, cada vez mais, a hidroxicloroquina (usado para doenças como lúpus, artrite, reumatoide e malária), a ivermectina (usada para combater vermes, piolhos e carrapatos) e outras medicações que compõe o ‘kit’ não apresentam efeitos de prevenção ou tratamento de COVID-19.

Recentemente o Conselho Federal de Medicina (CFM), por meio de seu vice-presidente Donizetti Giamberardino Filho, afirmou que “não recomenda e não aprova tratamento precoce e não aprova também nenhum tratamento do tipo protocolos populacionais [contra a Covid-19]” durante audiência pública da Comissão Temporária da COVID-19 do Senado.

Mesmo sem evidências científicas e com entidades médicas se manifestando contrárias, o tratamento precoce se difundiu pelo país, chegando a impressionante marca de 52 milhões de comprimidos vendidos do chamado “kit covid”, segundo levantamento da Agência Pública 2021.

Analisando o desempenho de cidades que adotaram tais medicações como política pública e que tem sido usadas como ‘exemplo’ por apoiadores do kit e do presidente para convencer a adoção em outros municípios, descobrimos que tais cidades tem MAIOR TAXA DE MORTALIDADE E PIOR DESEMPENHO NO COMBATE À COVID quando comparadas com outros municípios que se basearam em evidências científicas e medidas efetivas para combater o vírus.

Comparativo entre cidades que adotaram o tratamento e as que seguiram recomendações científicas.

Circula no WhatsApp uma mensagem com a informação de que “52 cidades brasileiras não teriam registrado mortes por COVID-19 após adotar o tratamento precoce”. Além da lista conter repetições de cidades (Uberaba – MG e Taquara – RS) o que reduz o número para 50 cidades, apresenta uma série de inconsistências, erros ortográficos, geográficos e de fontes.

Atenção o conteúdo da mensagem que circula no WhatsApp é falso!

Mensagem que circula em grupos de WhatsApp

Diante da falsa notícia da listagem acima, nosso mandato elaborou um quadro atualizado comparando algumas cidades citadas que adotaram o tratamento precoce como política pública e as cidades que mais salvam vidas na pandemia sem o uso do chamado “kit covid” – de acordo com o Ranking dos municípios com menor taxa de óbito por COVID-19 da Revista Exame (26/03/2021) – vocês verão que nenhum deles adotou o ‘kit covid’ como política pública.

O estudo completo do ranking dos municípios esta disponível na página “Desafios da Gestão Municipal 2021” da Macroplan e pode ser baixado aqui.

Segundo o estudo, os municípios com menor taxa de óbito são liderado por cidades com políticas públicas eficientes e baseadas em evidências científicas. Entre as medidas estão ações realizadas em parceria com instituições, adoção de medidas de isolamento, medidas restritivas de aglomeração e circulação, entre outras.

Ainda abaixo é possível visualizar a listagem completa das cidades citadas na falsa mensagem de WhatsApp atualizada com dados oficiais e suas respectivas taxas de mortalidade. Foram coletados dados de população estimada para 2021, óbitos por covid-19 até o dia 22/04/2021 e a taxa de mortalidade calculada considerando o número de óbitos a cada 1.000 habitantes. O primeiro quadro apresenta a média nacional total do país; o segundo as taxas de cada um dos municípios que adotaram tratamento precoce, segundo mensagem falsa que circula no whatsapp. Reparem que a QUASE TOTALIDADE dos municípios médios (acima de 50.000 habitantes) possuem indicadores PIORES do que a média nacional, demonstrando que a adoção de tais medicações não só não ajuda como inclusive INTENSIFICA a morte de pessoas nas cidades onde foram adotados.

Quem defende a adoção de tal protocolo age de má-fé ou desinformado. Se o/a prefeito/a de sua cidade adotar os medicamentos ineficientes do ‘kit covid’, acione o Ministério Público para impedir judicialmente e instaurar inquérito por improbidade administrativa. Acione também o CRM de seu estado, a imprensa e demais instituições em defesa dos direitos humanos e da saúde pública. Não podemos permitir genocídio financiado com recursos públicos!

Brasil (22/04/2021)
População:211.755.692
óbitos383.502
taxa de mortalidade:1,81
Situação geral do Brasil (22/04/2021)
MUNICÍPIOSPOPULAÇÃOÓBITOS COVID-19 (22/04) MORTALIDADE*
Areia Branca (RN)27.9671083,86
Itajubá (MG)97.3343223,31
Governador Valadares (MG)281.0468713,10
Foz do Iguaçú (PR)258.2487352,85
Taquara (RS)57.5841632,83
Tibagi (PR)20.607542,62
Chapecó (SC)224.0135732,56
Potirendaba (SP)17.516432,45
Itajaí (SC)223.1125452,44
Ipatinga (MG)265.4096332,38
Vila Velha (ES)501.3251.1912,38
Natal (RN)890.4802.0442,30
Coronel Fabriciano (MG)110.2902462,23
Cacoal (RO)85.8931912,22
Mirandópolis (SP)29.706642,15
Penha (SC)33.284692,07
Braço do Norte (SC)33.876692,04
Uberaba (MG)337.0926621,96
Toledo (PR)142.6452801,96
Floriano (PI)60.0251161,93
Cascavel (PR)332.3336381,92
Nova Odessa (SP)60.9561131,85
Santa Maria (RS)283.6775211,84
Lupionopolis (PR)4.94591,82
Campina Grande (PB)411.8077461,81
Apodi (RN)35.874621,73
Cristal (RS)8.067131,61
Pilar (AL)35.212551,56
Parnamirim (RN)267.0364151,55
Videira (SC)53.610831,55
Limeira (SP)308.4824611,49
São Lourenço (MG)46.202651,41
Mossoró (RN)300.6184151,38
Jaguaré (ES)31.039421,35
Itapetinga (BA)76.7951031,34
Porto Feliz (SP)53.402711,33
Carmo do Rio Claro (MG)21.268261,22
Vitória da Conquista (BA)341.1284161,22
Bom Despacho (MG)51.028591,16
Búzios (RJ)34.477391,13
Loanda (PR)23.242251,08
Porto Seguro (BA)150.6581611,07
Parelhas (RN)21.545180,84
São João Nepomuceno (MG)26.447220,83
Rancho Queimado (SC)2.88720,69
Saudades (SC)9.81050,51
Orizona (GO)15.72580,51
Maxaranguape (RN)12.54460,48
São Pedro do Paraná (PR)2.28910,44
São Pedro dos Crentes (MA)4.68420,43
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), 2021 e Ministério da Saúde – SUS analítico, 2021.

*É importante ressaltar que não há tratamento medicamentoso que comprovadamente previna ou cure a covid-19. Pelo contrário, evidências científicas mostram que além de não darem resultado, medicamentos do chamado “Kit covid” podem causar danos ao organismo.

Share This